Segunda-feira, 31.05.10

Evo Morales surpreso com o narcotráfico e pasmem acusa os Estados Unidos

A Bolivia produz, o Brasil financia através do BNDES e nossos meninos, Estados Unidos e Europa consomem.

Lula é parceiro do governo de traficantes instalado na Bolivia.

E Dilma diz que vai lutar contra o CRACK no Brasil?

 

Leia a notícia da Reuters:

Morales se diz surpreso com volume do narcotráfico na Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, se disse surpreso nesta segunda-feira com o volume do narcotráfico em seu país, e acusou os Estados Unidos de suposto favorecimento aos responsáveis.
A declaração foi feita na véspera da primeira visita oficial a La Paz do secretário adjunto de Estado dos Estados Unidos para o Hemisfério Ocidental, Arturo Valenzuela, num momento de reaproximação entre os norte-americanos e o governo de Morales.
"Não achava que era tão grande o narcotráfico, não achava que o narcotráfico tinha tal poder econômico (...), sinto que se infiltra nos poderes, nas estruturas dos Estados, não só na Bolívia, mas em todo o mundo", disse Morales em discurso num ato militar.
"Vejo que há muita cumplicidade de algumas instituições, de membros da Justiça boliviana, mas também de alguns membros da polícia. Por que essa forma de comprar nossos membros do Estado? Cheguei à conclusão de que é muita 'plata' (dinheiro), o narcotráfico manipula muita 'plata'."
Morales e alguns de seus principais colaboradores costumavam elogiar reiteradamente as políticas de controle antidrogas do país, e asseguravam que a Bolívia --terceiro maior produtor mundial de cocaína, atrás de Colômbia e Peru-- não tinha grandes máfias de narcotraficantes.
O presidente citou o vaivém de prisões e libertações do traficante William Rosales, que está desaparecido.
"Quem o libera, um juiz e promotores que recebem apoio econômico ou salários dos Estados Unidos", afirmou Morales, que no fim de 2008 expulsou da Bolívia os agentes do DEA (departamentos antidrogas dos EUA) sob a acusação de ingerência política.
Também em 2008, ele expulsou o embaixador dos EUA, o que iniciou um ciclo de distanciamento diplomático entre EUA e Bolívia, o que a visita de Valenzuela tenta reverter.
No seu discurso, Morales pediu envolvimento dos militares para "nacionalizar" a luta contra o narcotráfico, mas disse que EUA e Europa também têm muito o que fazer por serem o maior destino da droga.
Há na Bolívia cerca de 30 mil hectares de cultivos de coca, sendo metade destinada ao mercado legal. Segundo relatórios recentes, a Bolívia seria cada vez mais uma rota para a cocaína fabricada no Peru e consumida no Brasil e na Europa.
Na semana passada, o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou que a Bolívia é cúmplice na entrada de cocaína no Brasil. Segundo o ex-governador de São Paulo, de 80 a 90 por cento da cocaína consumida internamente tem como origem o país vizinho.
"Você acha que poderia entrar toda esta cocaína no Brasil sem que o governo boliviano fizesse pelo menos corpo mole? Acho que não", disse Serra a jornalistas no Rio de Janeiro.
(Reportagem de Carlos A. Quiroga L.)

publicado por Lord às 23:00 | link do post | comente
Sexta-feira, 28.05.10

SERRA está certo - PF apreende meia tonelada de cocaína vinda da Bolívia no MS

Na madrugada desta sexta-feira, 28, a Polícia Federal (PF) apreendeu no Mato Grosso do Sul (MS) dois caminhões transportando uma grande quantidade de cocaína procedente da Bolívia. Foi uma das maiores apreensões do gênero ocorrida até hoje no País.

Estadão Online

Por enquanto a PF informa apenas tratar-se de meia tonelada. A droga está sendo pesada pela PF de Três Lagoas, região leste de MS, na divisa com São Paulo.
A maior apreensão de cocaína realizada até hoje no Estado aconteceu no dia 8 deste mês, em Miranda, região do Pantanal, quando um caminhão frigorífico conduzia 725 quilos do entorpecente boliviano, entre uma carga de 16 toneladas de carne bovina.
Comento:Espero que os nossos “colunistas críticos, independentes e apartidários” não considerem que se trata de uma perseguição aos povos latino-americanos… Ou, sabe-se, lá, infiltração tucana na Polícia Federal.
Que tal ouvir o ministro boliviano Oscar Coca? Ele deve ter algo a dizer.


Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

publicado por Lord às 23:59 | link do post | comente
Quinta-feira, 27.05.10

Dilma defende os pobres cocaleiros da Bolivia - Vai combater o CRACK?

Mais alguns dias e vai estar com um colar de folhas de coca no pescoço

Dilma discorda de demonização de Serra sobre a Bolívia


Petista discorda do tucano, que classificou o país de cúmplice do tráfico de drogas

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse que não concorda com a "demonização" que seu concorrente José Serra (PSDB) fez da Bolívia, ao acusar o governo daquele país de cumplicidade com o tráfico de drogas para o Brasil.
Não é possível de forma atabalhoada a gente sair dizendo que um governo é isso ou aquilo. Não se faz isso em relações internacionais, não é papel de um estadista, de quem quer ser um estadista.
A afirmação da petista foi feita em breve entrevista coletiva nesta quinta-feira (27), em Gramado (RS), onde fez palestra aos participantes do 26º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.
Dilma defendeu a construção de um padrão diferente de relacionamento na América Latina.

 

R7 Notícias

- Não acho que esse tipo de padrão, em que você sai acusando outro governo, seja uma coisa construtiva. Acho que a gente tem de ter cautela, prudência, tem de saber que são relações delicadas, que envolvem soberanias.
Ontem, em entrevista à rádio Globo, no Rio de Janeiro, Serra afirmou que o governo boliviano é cúmplice do tráfico de cocaína que vem para o Brasil. Segundo o ex-governador de São Paulo, de 80% a 90% da cocaína consumida internamente tem como origem o país vizinho.
- Você acha que poderia entrar toda esta cocaína no Brasil sem que o governo boliviano fizesse pelo menos corpo mole? Acho que não.
Ele advertiu que suas declarações não são uma acusação e sim "uma análise".
- Não temo um incidente diplomático. A melhor coisa diplomática para o governo da Bolívia é passar a combater ativamente a entrada da cocaína no Brasil.
O presidente da Bolívia, Evo Morales, é um dos aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na América Latina.
Autor: com Reuters

publicado por Lord às 22:44 | link do post | comente | ver comentários (1)

posts recentes

links

Posts mais comentados

free counters
eXTReMe Tracker

tags

subscrever feeds

últ. comentários